O que são investimentos com lentes de gênero

Descubra o que é investir com lentes de gênero, prática que vem crescendo em todo o mundo e pode ajudar investidoras e investidores a usufruírem das vantagens competitivas geradas pela diversidade enquanto contribuem para um mundo mais justo e igualitário.

Aprenda o que é investir com lentes de gênero

No mercado de Venture Capital, os investimentos com lentes de gênero estão se tornando cada vez mais fortes. Desde investidores anjo até fundos de investimentos, os principais players desse ecossistema estão compreendendo a importância de avaliar novos critérios, para além dos tradicionais, na hora de decidir impulsionar uma startup.

Resumidamente, o termo se refere à prática de incorporar, ao longo de todo o processo de análise e seleção para um investimento, aspectos ligados a gênero.

A economista e coautora do livro “Gender lens investing: uncovering opportunities for growth, returns and impact”, Jackie Vanderbrug, compara essa prática ao ato de fotografar: pense na lente da câmera fotográfica, que você pode abrir e fechar para controlar a profundidade de campo. Dependendo de como você manipula a abertura da lente que usa para realizar investimentos, um gênero pode se mover para o primeiro plano ou ficar desfocado.

Utilizar essas lentes ajuda a fazer e responder a perguntas como: “existem mulheres no time, entre os fundadores e líderes da startup?” e “suas soluções contemplam as necessidades femininas?”, por exemplo, que por muitos anos nunca fizeram parte dessa jornada.

 

Tendências e desafios dos investimentos com lentes de gênero

Os dados sobre esse tipo de inciativa são animadores! De acordo com o relatório “Catalisando a igualdade”, 59% dos gestores de fundos, integrantes de redes de anjos e investidores entrevistados afirmaram já ter uma estratégia de gênero e 34% relataram que estão em processo de desenvolvimento.

Mas, mesmo que essa prática venha se tornando cada vez mais comum, o relatório aponta também que muitos investidores ainda apresentam dificuldades em relação à falta de dados, necessidade de assistência técnica e aconselhamento ao adotarem a prática.

Além disso, é possível observar algumas incoerências em relação à diversidade, como, por exemplo, a baixa representatividade de mulheres em cargos de tomada de decisão dentro dos fundos de investimentos e a falta de um olhar interseccional que, além do gênero, considere questões ligadas a raça, orientação sexual e condição econômica.

 

Qual a importância dos investimentos com lentes de gênero?

A importância dos investimentos com lentes de gênero está ligada à necessidade de remover disparidades que a mulher enfrenta em várias esferas da sociedade. Nesse caso, podemos observar como elas lutam pelo empreendedorismo feminino, com menor acesso ao capital e ao crédito, baixa representação em áreas de liderança e em setores como finanças, engenharia e tecnologia.

Segundos dados do Boston Consulting Group (BCG), quando uma empreendedora realiza um pitch do seu negócio para investidores, ela recebe significativamente menos – uma diferença de, em média, de US$ 1 milhão em comparação ao valor que homens donos de negócios conseguem captar diante da mesma situação.

Um dos fatores que podem ajudar a entender por que isso acontece é que os investidores em sua maioria são homens que não se identificam com os setores em que as mulheres estão mais inseridas, como educação, alimentação, cultura e vestuário; e não se impressionam com soluções direcionadas para o público feminino e, muitas vezes, se deixam levar pelo preconceito de gênero.

Com essa atitude, os investidores podem perder oportunidades valiosas de aumentar seus rendimentos. Dados do BCG levantados em 2008 apontam que startups fundadas por mulheres são em geral mais rentáveis. Para cada dólar de investimento levantado, startups fundadas por mulheres geram 78 centavos de receita, enquanto as criadas por homens geram 31.

Outro fator que poderia ganhar muito mais com a valorização da mulher no mercado e nos negócios é o PIB mundial. Um estudo da McKinsey demonstra que a participação das mulheres na economia de forma mais igualitária poderia impulsionar o PIB global anual em US$ 28 trilhões até 2025.

 

Como incentivar os investimentos com lentes de gênero

Como vimos, os investimentos com lentes de gênero podem ser a chave para que executivas e executivos passem a contar com todas as vantagens competitivas geradas pela diversidade e equidade e, ao mesmo tempo, contribuir para um mundo mais justo.

Para que isso aconteça, é preciso que investidoras e investidores continuem praticando e aprimorando iniciativas voltadas para o empreendedorismo feminino e comecem a levar em consideração o fator da interseccionalidade em suas ações. É necessário também promover ações que incentivem a inserção de mulheres em cargos de liderança e nas tomadas de decisões.

Gestores dos fundos de investimentos devem se comprometer a mensurar e disponibilizar publicamente mais dados sobre gênero e capital e seguir em busca de mais informações e assistência sobre o tema.

Aqui no blog da WE Impact, o artigo 8 tendências dos investimentos com lentes de gênero pode ser um bom caminho para se aprofundar nesse assunto e como transformar a intenção em prática.

Agora que você já entendeu melhor o que são investimentos com lentes de gênero, que tal compartilhar esse artigo com a sua rede de contatos?

SOBRE

WE Impact

Linkedin

Somos a primeira Venture Builder dedicada a mulheres líderes de startups.