Conheça quem já está promovendo os princípios de empoderamento das mulheres

Saiba como as empresas estão promovendo a equidade de gênero e o empoderamento feminino com os 7 Princípios de Empoderamento das Mulheres, conheça soluções que podem te ajudar a alcançar esse objetivo e descubra como fazer parte dessa transformação.

Os 7 Princípios de Empoderamento das Mulheres são uma criação da ONU Mulheres e Pacto Global da ONU: eles são baseados em padrões internacionais de trabalho e de direitos humanos e reconhecem que as empresas também são responsáveis e possuem interesse pela equidade de gênero.

Em poucas palavras, esses pontos orientam e incentivam o ecossistema empresarial a incorporar em seus negócios práticas que visem à equidade de gênero e ao empoderamento feminino. Ao assinar os Princípios, as lideranças das empresas se comprometem a colocar as orientações em prática e a inspirar suas colaboradoras e colaboradores a fazerem o mesmo.

A partir desse momento, se iniciam as mudanças internas, com a implementação de ações voltadas para o bem-estar, saúde, educação e ascensão profissional das colaboradoras e a conscientização de todos os funcionários sobre boas práticas de equidade, diversidade e não discriminação.

É indicado também que esse compromisso seja aplicado externamente, o que pode ser feito com a divulgação dos resultados obtidos a partir da implementação dos WEPs (sigla em inglês para Princípios de Empoderamento das Mulheres), produção de campanhas de marketing e busca de fornecedores alinhados aos valores da equidade de gênero.

Quer entender mais sobre a iniciativa? Nesse artigo vamos falar sobre:

Quem já aderiu aos 7 princípios

Como promover os Princípios na sua startup

Quem pode te ajudar nessa jornada

 

Quem já faz parte dessa transformação?

Até maio de 2021, mais de 5 mil empresas, em 141 países, representando mais de 10 milhões de funcionárias e funcionários, comprometeram-se a implementar os WEPs.

O Brasil é o país com o maior número de empresas que assinaram os Princípios de Empoderamento das Mulheres em todo o mundo. Por aqui, são cerca de 528 empresas de diversos setores da economia e de diferentes portes.

Tendo como propósito construir um ecossistema de tecnologia mais inclusivo e diverso, uma das primeiras iniciativas da WE Impact após a sua fundação foi se tornar signatária dos WEPs, em um momento em que a prática ainda era menos difundida entre as startups.

A Microsoft, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, é uma grande aliada na busca desse objetivo. Signatária dos WEPs, ela foi uma das responsáveis pela criação do fundo WE Ventures, primeiro fundo 100% dedicado a investimento em mulheres na tecnologia da América Latina. Além disso, por meio de sua parceria com a WE Impact, garante avaliação das nossas startups investidas para o programa global Microsoft for Startups.

No caso da KPMG, da Flex e do Grupo Sabin, também nossas parceiras, além de serem signatárias dos WEPs, elas fazem parte da lista de 100 empresas reconhecidas no Prêmio WEPs BRASIL 2021, por demonstrarem ações consistentes e uma política contínua em prol do empoderamento feminino.

Outras grandes empresas da WE Impact Network, como Multilaser, Porto Seguro e Magnamed, já vêm contribuindo com esse movimento ao aplicar o Princípio 5, que fala sobre o apoio ao empreendedorismo feminino, para citar apenas um exemplo de como essas corporações estão implementando práticas de promoção da equidade de gênero.

 

Como promover os Princípios de Empoderamento das Mulheres na sua startup

A base dos WEPs é acreditar que o mercado de trabalho é uma das principais chaves para atingirmos a igualdade de gênero em nossa sociedade.

Nós, da WE Impact, acreditamos que as startups, que são as grandes empresas do futuro e contam com alta capacidade de inovação e crescimento escalável, figuram entre os negócios com maior potencial para gerar impacto positivo no mundo.

Para contribuir com essa união entre o mercado de tecnologia e a equidade de gênero, criamos um material exlcusivo para ajudar startups a implementarem os Princípios de Empoderamento das Mulheres: a cartilha Princípios de Empoderamento das Mulheres para Startups, produzida em parceria inédita e pioneira com a ONU Mulheres e a Gema Consultoria em Equidade.

Além de indicar mecanismos concretos promover a diversidade e a equidade de gênero em todas as fases de desenvolvimento da startup – da ideação à escala -, o material gratuito chama a atenção para a importância de ter um olhar interseccional, que leva em consideração as diferenças presentes dentro do gênero feminino, fundamental para promover uma verdadeira equidade.

Na cartilha, explicamos como os WEPs podem ser colocados em prática de no dia a dia de uma equipe, como se tonar signatário e mostramos como esses valores vão além da busca por uma sociedade mais justa e igualitária, representando uma grande vantagem competitiva para o seu negócio.

 

Uma ajuda é sempre bem-vinda…

Além das grandes empresas signatárias, já existem também startups, ongs e outras inciativas que, direta ou indiretamente, contribuem para promover os Princípios de Empoderamento das Mulheres.

Muitas delas somam à luta pela igualdade de gênero e empoderamento feminino com soluções voltadas para saúde e bem-estar, educação, consultoria, marketing, criação de redes e captação de dados. Caso você esteja enfrentando dificuldades na sua jornada, elas podem ser grandes aliadas:

Princípio 1 – Estabelecer liderança corporativa de alto nível para a igualdade de gênero

Newa: uma startup que prepara organizações para um futuro mais inclusivo por meio de sensibilizações, workshops, treinamentos e consultoria de diversidade. Oferecem serviços que atuam desde o desenvolvimento de lideranças conscientes até programas de transformação com foco em diversidade e inclusão.

Princípio 2 – Tratar todos os homens e mulheres de forma justa no trabalho – Respeitar e apoiar os direitos humanos e a não discriminação

Bloom: um benefício corporativo que revoluciona a forma como empresas cuidam de mães e pais que trabalham. Isso acontece por meio de uma plataforma que oferece conteúdo de especialistas em saúde, bem-estar, parentalidade e carreira para famílias; uma enfermeira pessoal que entrega cuidado personalizado, integral e motiva cada passo da jornada da família; e teleatendimento com uma rede de saúde e bem-estar.

Princípio 3 – Garantir a saúde, a segurança e o bem-estar de todos os trabalhadores

Bee Touch: é uma solução tecnológica criada para promover saúde e bem-estar para profissionais e organizações. Utiliza a Inteligência Artificial para realizar avaliações psicológicas e possui ferramentas para mapear riscos psicossociais de saúde mental e ocupacional.

Princípio 4 – Promover a educação, a formação e o desenvolvimento profissional das mulheres

B2Mamy: a primeira empresa de educação digital voltada para capacitação e conexão de mães ao ecossistema de inovação e tecnologia.

Além de conhecimentos de soft skills e qualificação em ferramentas tecnológicas que contribuem para a entrada e crescimento no mercado de trabalho, promove também ações para mulheres que querem começar ou se fortalecer na jornada empreendedora.

Princípio 5 – Apoiar o empreendedorismo feminino e promover políticas de empoderamento feminino por meio das cadeias de suprimento de marketing

Plano Feminino: uma com consultoria com time de publicitárias, sociólogas, jornalistas e profissionais de marketing.

Trabalham criando estratégias, conteúdos, eventos e pesquisas para marcas que buscam criar um diálogo relevante e que gere engajamento junto ao público feminino.

Atuam também com o clima organizacional e criação de legado e propósito de marca, criando ações de impacto dentro das empresas e levantando questões sobre equidade e diversidade.

Princípio 6 – Promover a igualdade de gênero por meio de iniciativas voltadas a comunidade e ao ativismo social

Think Olga: uma ONG criada para sensibilizar a sociedade sobre questões de gênero e suas intersecções.

Isso acontece por meio de imersões, discussão de conhecimentos e das comunicações voltadas para educar as pessoas dispostas a serem agentes de mudança na vida das mulheres.

Princípio 7 – Medir, documentar e publicar os progressos para alcançar a igualdade de gênero

Distrito: uma plataforma de inovação aberta com o propósito de transformar empresas, acelerar startups e potencializar investimentos.

Umas das soluções apresentadas é o “Distrito Dataminer”, que, por meio de dados de mais de 14 mil startups, criam relatórios sobre a realidade e as tendências do ecossistema de corporações, investimentos e tecnologias.

 

Que tal seguir o exemplo e começar a aplicar os 7 Princípios de Empoderamento das Mulheres na sua startup? Baixe a nossa cartilha para ter acesso gratuito a mecanismos concretos para promover a equidade de gênero e o empoderamento feminino por meio dos negócios.

SOBRE

WE Impact

Linkedin

Somos a primeira Venture Builder dedicada a mulheres líderes de startups.